Reserve seu hotel aqui...

2 de dez de 2011

13

Encontro dos Rios Negro e Solimões e Igarapés da Floresta



Costumo dizer que viajar para a Amazônia foi uma das melhores decisões da minha vida, os 6 dias que passamos lá foram inesquecíveis...

 São vários os portais de entrada para conhecer a Amazônia, depois de muita pesquisa optamos ir por Manaus, pela estrutura turística que a capital oferece. Fomos em Junho de 2010, excelente período para fazer esta viagem pois já não chove tanto e as temperaturas são mais amenas. Pegamos um Voo direto de Guarulhos, 3 horas  apenas.


 Nos hospedamos no Hotel Tropical Manaus,  um cinco estrelas com 50 anos de história que já teve sua pompa, um belíssimo hotel,  porém existem opções mais modernas em Manaus e até mesmo dentro da Floresta!

Para os turistas a opção de passeios é grande e estudamos previamente qual faríamos para não perder tempo. No site da agência Orquidea Tours é possível visualizar várias opções oferecidas e escolher com calma...   
As fotos abaixo foram tiradas no percurso até o encontro dos Rios, casas dos Ribeirinhos e Posto de gasolina Flutuante, comuns no Rio Negro para abastecer as embarcações...


  O Primeiro passeio que fizemos foi o "Encontro das Águas", o famoso encontro dos Rios Negro e Solimões. Saímos ás 8 da manhã da marina de Ponta Negra localizada ali mesmo no nosso hotel, a embarcação, uma simpática Chalana de dois andares.

Eu já tinha visto imagens e reportagens pela TV sobre o encontro dos rios, mas sem dúvida ver ao vivo e poder senti-los foi fantástico.


 O Rio Negro chama atenção pela sua imensidão, por várias vezes tive a sensação de estar navegando no mar, sua cor negra também é notável, mas claro que existe uma explicação, ele tem um Ph muito baixo e recebe muito material orgânico originários das florestas, quase não há cálcio ou magnésio em suas águas, então o conjunto desses fatores o torna escurecido.


 O Encontro é um belo fenômeno, as águas realmente não se misturam e caminham juntas por uma grande extensão até desaguarem no Rio Amazonas.


 Depois de presenciarmos o fenômeno, seguimos para o "Parque Ecológico  de Janauary", onde vimos as belas Vitórias Régias, e mudamos de embarcação para entrar nos Igarapés da floresta.


 Igarapé é uma formação hidrográfica que acontece no período de chuvas quando as águas dos rios inundam as florestas permitindo a entrada de pequenas embarcações.


 Quando estivemos lá, as águas estavam abaixando e as chuvas já tinham diminuído, entrar de barco na floresta foi de arrepiar, com o motor desligado uma atmosfera misteriosa toma conta do cenário os sons se misturam como se pudéssemos ouvir as árvores conversando, a gritaria dos pássaros, o contato do barco com a água, realmente uma sensação indescritível, me senti dentro de um filme meio "Anaconda" rssrs, brincadeira.
  
Saindo dos Igarapés, almoçamos no restaurante flutuante do parque, comemos um delicioso Pirarucu, umas das especialidades da Gastronomia amazonense.


 Ao lado do restaurante há uma enorme choupana também flutuante com uma grande variedade de artesanatos indígenas e regionais, mais tarde me arrependi de não ter comprado ali coisas que depois achei por um preço bem mais salgado!
Retornamos ao hotel depois de um belo dia de passeio por volta de 5 da tarde. 
A noite ainda tínhamos um jantar no hotel com uma belíssima apresentação folclórica dos Bois Garantido e Caprichoso...


     No Jantar o cardápio foi jacaré, tartaruga, pato tucupi, maniçoba e muito mais, confesso que me fartei de tartaruga, um dos sabores mais incríveis que já experimentei, basta não se lembrar do que está comendo rsrsr, porém que fique claro, todos os restaurantes de Manaus que servem esses pratos possuem autorização do Ibama!

O Espetáculo folclórico nos deu uma aula sobre a lenda dos Bois.

  Cantando, dançando e interpretando os atores nos contaram tudo sobre uma das festas mais famosas do Brasil, que acontece na ilha de Parintins, a 450 km de barco de Manaus, aliás, lá só se chega por céu ou por águas, não há rodovias!



 Parintins já faz parte dos nossos futuros planos de viagem!

 Bom...depois de tantas novidades fui dormir fascinada com nosso primeiro dia no portal da Amazônia!

OBS: Viagem Realizada em Junho de 2010