Trilhamarupiara

Trilhamarupiara

Reserve seu hotel aqui...

6 de nov. de 2019

1

Onde hospedar em Porto Seguro. Resort All Inclusive La Torre.

 Resort La Torre
 Olá amigos e leitores,

Se você está planejando uma viagem para Porto Seguro, e deseja se hospedar em um belo Resort bem em frente a praia,  vou neste post dar uma dica de hospedagem maravilhosa,  no melhor estilo All Inclusive com tudo incluso mesmo, inclusive variadas opções de bebidas alcoólicas com direito a champanhe no café da manhã,


Na praia tem buffet da tarde e no restaurante principal uma variedade absurda de pratos e sobremesas para você fazer valer cada centavo na sua hospedagem no Resort.

Porto Seguro, Resort La Torre

O Resort La Torre oferece tudo isso,  além de uma estrutura ampla, paisagismo impar, área infantil super completa, e várias piscinas...




A localização do hotel é excelente na praia de Coroa Vermelha, onde o hotel tem uma super estrutura de praia, com quiosques, drinques e petiscos perfeitos, com a melhor qualidade de espreguiçadeiras e mesas de praia. Além de promover festas temáticas e muitas atividades para os hóspedes.

Porto Seguro,

Passamos quatro dias no Resort, nossa estadia foi perfeita. No hotel existem várias categorias de apartamentos, e chalés, todos muito amplos, perfeitos para hospedagem com crianças, aliás as opções de lazer para as crianças são inúmeras, no nosso caso reservamos um chalé intermediário com sacada e vista parcial para piscina.

Alguns dos Chalés do La Torre
Sem dúvida vale muito a pena se hospedar no La Torre, descansar, se divertir, levas as crianças para se divertir, enfim curtir uns dias de glória por lá...


Nosso pacote foi comprado na Lazertur Viagens, campeã de vendas de pacotes para Porto Seguro, com as melhores opções, entre em contato pelo Instagram @Lazerturviagens ou pelo Whatsapp
 34 99212 4207 fale com o gerente de vendas Wesley e diga a ele que viu a dica aqui no Trilhamarupiara. 

Amigos que também se hospedaram no La Torre
Próximo Post vou dar dicas de alguns lugares imperdíveis que você não deve deixar de ir quando for a Porto Seguro. 





Continue lendo ►

5 de nov. de 2019

2

Dois dias em João Pessoa, onde hospedar e o que fazer.

João Pessoa, hotel em João Pessoa,

Olá amigos e leitores, 
Este ano participei de uma ação solidária no sertão da Paraíba, (post aqui), mas antes de entrar sertão adentro eu fiquei dois dias turistando na capital paraibana.

João Pessoa, Nord Luxxor Sapucaia,

Em João Pessoa nossa escolha de hospedagem foi no Hotel Nord Luxxor Sapucaia na praia de Tambaú.


Hotel novinho, super acolhedor, vista linda da piscina, quarto super confortável com vista para praia além de um café da manhã de respeito! Nossa, só de lembrar do bolo de tapioca, e das delicias oferecidas pelo SR José minha boca enche d'água.

Hotéis em João Pessoa, praias João Pessoa,
Vista do nosso quarto. 
Super aprovado e recomendado. Sem falar no atendimento da equipe toda do hotel, fui tão mimada neste hotel que com certeza é lá que vou me hospedar quando retorna em Jampa. Sem duvida, perfeito para hospedar.




Dia 01

Se você é como eu que gosta de praia só para olhar mesmo, este post serve para você, pois ficando em João Pessoa só por dois dias, não tenho como indicar muitas praias, e acabei indo mesmo só em uma.

Nosso primeiro dia em João Pessoa foi divertidíssimo, logo cedo alugamos um carro na Localiza, para podermos andar a vontade pela cidade. É super tranquilo dirigir por João Pessoa, a cidade é super bem planejada e fácil de dirigir por suas ruas, aliás vamos combinar, João Pessoa é lindaaa.

Confesso que não planejei nada do que fazer em João Pessoa, fui com zero programação no melhor estilo Zeca Pagodinho "Deixa a vida me levar".



Com um mapinha nas mãos que eu peguei no hotel fomos andar e optamos por conhecer o Farol do Cabo Branco. O mesmo segundo nativos do local é o farol mais novo do Brasil, foi curiosamente construído em formato de Sisal, muito utilizado pelos artesãos na década de 70 quando o farol foi construído, por isso o formato dele é uma homenagem ao Sisal principal fonte de renda da população na época.

Farol do Cabo Branco

Bem ao lado do farol fica o Parque Ecológico Bosque dos Sonhos onde também tem uma feira de artesanato muito fofa, que rendeu uma bata de praia linda e alguns imas de geladeira, lugar ótimo para ir, com precinhos excelentes, fofurices e artesanatos lindos.

Pertinho do Farol, também ao lado, fica a Estação Cabo Branco, ciências, cultura e artes belíssimo prédios que atualmente está fechado sem previsão de abertura, para reformas. Que pena estar fechado, o lugar é lindo. Quando for consulte a secretaria de turismo para ver se já abriu.

Estação Cabo Branco
Bom, não vou chover no molhado indicando restaurantes que todo mundo indica em João Pessoa, se fosse para indicar o que todos os blogs indicam eu indicaria o badalado "Lovina", mas como não sou todo mundo kkk  não vou indicar, mas se der para ir, vá, de preferência a noite.


Porém impossível não indicar um outro restaurante e dizer
 Vá almoçar no Mangai, (comida por kilo), meu Deus o que é isso, você enlouquece no Mangai com tantas opções de comidas tipicas maravilhosas. Apenas vá.

Outro lugar fofo com muitas opções para comer gastando pouco é o Vila Gourmet  na praia de Manaíra. Diversos box gracinhas com opções variadas de gastronomia, em uma região bem centralizada. ótima pedida para ir a noite.


Dia 02
São muitas as praias para se desfrutar dentro de João Pessoa, Tambaú, Manaíra, entre outras, mas nos arredores, mais especificamente ao sul de João Pessoa, cerca de 30, 40 km da capital paraibana, existem várias opções paradisíacas para conhecer, entre elas a famosa Praia de Coquerinho, nossa escolhida para passar o dia, visto que tínhamos pouco tempo em João Pessoa.


A estrada até Coquerinho é ótima, dá para ir usando GPS dirigindo tranquilamente. Chegando em Coquerinho, você pode, além de curtir a praia, fazer um passeio de quadriciclo, o que eu super recomendo, pois só assim conseguimos conhecer paisagens que são pontos turísticos da praia de tirar o folego, como o "Mirante dos Dedos", o "Castelo da Princesa Valentina", uma comunidade rural onde vive uma família de artesãos que é pura fofurice, além de ver as praias por cima.



Castelo da Princesa Valentina
Mirante "Dedo de Deus"
Uma das lojas da comunidade rural que o passeio de quadriciclo nos levou. 
O Passeio de quadriciclo é literalmente imperdível, com ele conhecemos inumeros lugares bacanas, nosso passeio foi feito com o pessoal do instagram @lucasquadriciclo. Eles tem uma barraca na praia de coqueirinho e nós alugamos ali na hora, mas como são poucos quadriciclos, o ideal é reservar antes. 



Comunidade Rural na Praia de Coqueirinho
Finalizado nosso emocionante passeio de quadriciclo, comemos por ali mesmo em um dos restaurantes da praia. Apesar da praia ser bem pequena, são várias opções de restaurantes e barraquinhas, não lembro no nome de onde comemos, mas correndo o olho por ali com certeza você encontrará a opção certa.

Para finalizar, gostaria de deixar claro que obviamente dois dias em Jampa é muito pouco, a cidade tem inúmeras atrações que merecem serem visitadas, o centro histórico por exemplo nem tivemos tempo de ir, e sem duvida vale a pena, mas nosso tempo por lá foi muito pouco, por isso iremos voltar. Então se puder vá para ficar no minimo de quatro a cinco dias, vale muitooo a pena.


Aluguel de carro: Localiza 
Hospedagem: Nord Luxxor Sapucaia (reserva via Booking)
Praia que visitamos: Coquerinho
Onde comemos: Mangai, Lovina, Villa Gourmet
Passeio Quadriciclo em Coquerinho @lucasquadriciclo



Faça suas reservas de hotel entrando pela nossas caixas de Pesquisa do Booking, você não paga nada a mais por isso e nos ajuda crescer e trazer ainda mais dicas. Obrigada.

Continue lendo ►

11 de set. de 2019

1

Pontos turísticos Japoneses em São Paulo


turismo japonês em São Paulo
Olá amigos e leitores, 

Foi com muita alegria que recentemente tive o prazer de participar da terceira edição do evento "Japão.br" promovido pela Patricia Takeana do blog de viagens "Bagagem de Memórias",
com apoio de diversos parceiros, entre eles o Bunkyo, (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social).
O evento teve como objetivo promover e divulgar a cultura japonesa no Brasil, especialmente em São Paulo, sendo assim eu e os participantes pudemos conhecer vários pontos turísticos ligados a cultura japonesa na terra da garoa, além de termos participado de diversas atividades interativas que agregaram conhecimento e vivência sobre esta cultura tão especial!


Baseado então nesta experiência super rica e cultural, vou indicar alguns pontos turísticos japoneses imperdíveis em Sampa. Ideais para entrar em contato com esta cultura deliciosa que é a cultura japonesa. 

Primeira dica é sem duvida o Museu da Imigração Japonesa, localizado no bairro da  liberdade, dentro do prédio da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, o Bunkyo que citei acima. Ocupando 3 andares do prédio.


O museu é lindo, e recentemente foi ampliado. O mesmo conta de forma muito lúdica toda história de como se deu a imigração japonesa no Brasil, além de possuir um acervo com mais de 97 mil itens que pertenceram a imigrantes japoneses. Eu simplesmente amei conhecer este museu. Os cenários são lindos, dentro do museu você nem vê o tempo passar, mas duas horas é o suficiente para visitar. Super recomendo.

 Av Liberdade, Museus em São Paulo

Museu da imigração japonesa
Cenário que ilustra como eram as moradias dos imigrantes no Brasil 
Outro lugar bacana para conhecer é o Jardim Japonês dentro do Pavilhão Japonês no Parque do Ibirapuera, isso mesmo, nem todo mundo sabe disto, mas dentro do Parque do Ibirapuera existe um jardim lindo dedicado a Cultura Japonesa.

Jardim japonês Ibirapuera, Parque ibirapuera

Com cerejeiras, um belíssimo lago de carpas, que o visitante inclusive pode alimentar com ração fornecida gratuitamente ali mesmo, além de arvores ornamentais japonesas cheias de história e um espaço inspirado no Palácio Katsura em Quioto, onde também há um mini museu com elementos da cultura nissei.  


A entrada no pavilhão não é gratuita como no Parque Ibirapuera, até por que o espaço precisa de recursos para sua manutenção, mas o valor da entrada é simbólico e sem duvida vale a pena se desligar do mundo e ficar um pouquinho por lá sentindo a energia incrível do lugar.

Parque Ibirapuera, refúgios em São Paulo
Outra dica de lugar imperdível da cultura Japonesa para conhecer em São Paulo fica na efervescente Av Paulista, a Japan House. Uma casa cultural japonesa, contemporânea, de arquitetura diferenciada, que tem como objetivo divulgar a cultura do Japão para o mundo, já que a mesma também está presente em Londres e em Los Angeles. A Japan House promove exposições, workshops, seminários, sempre visando integrar as culturas Japonesa e Brasileira.

A Japan House possuí uma biblioteca com mais de 200 livros japoneses disponíveis para leitura ali mesmo,  além de restaurante, espaço de integração, lojinhas de produtos e bebidas japonesas e uma cafeteria muito bacana, a  muito mais. Vale a pena consultar a programação da casa no site deles pois a mesma está sempre em movimento.
Grupo de Blogueiros e apoiadores do @japaobr

Agora saindo um pouquinho de dentro da grande São Paulo, e seguindo pela rodovia Imigrantes (km 33) a caminho de São Bernardo do Campo, existe outro lugar que eu simplesmente fiquei encantada em conhecer, o Parque Ecológico Imigrantes, um presente da Fundação Kunito Myasaka ( Um dos primeiros imigrantes japoneses a chegar no Brasil) para os brasileiros.

Parques em São Paulo

O parque foi idealizado pautado na sustentabilidade e acessibilidade, bem no coração da Mata Atlântica, com mais de 480 mil metros quadrados. O mesmo está repleto de passarelas suspensas sobre a mata, o que foi pensado para agredir o minimo possível a mata que já estava ali antes do parque chegar. 
O que fazer em São Paulo

Que lugar lindoooo, que passeio delicioso em total sintonia com a natureza. O parque conta com sete trilhas temáticas, e a visita guiada dura cerca de duas a tres horas dependendo das trilhas percorridas. O mesmo só funciona as Terças, Quartas e Quintas, sempre a partir das 9. Não abre nos fins de semana e a visita precisa ser pré agendada no site do Parque, ou por e-mail de acordo com a disponibilidade do mesmo. 

Sim, dá um trabalhinho visitar o Parque, você não pode simplesmente chegar lá para visitar, mas ainda assim vale a pena todo o processo de reserva.  
Clique aqui   para reservar.
Acessibilidade em São Paulo, Turismo e acessibilidade em São Paulo
Elevador e acessibilidade no Parque Ecológico
Horário funcionamento Parque Ecológico imigrantes

Por hora são esses os lugares turísticos japoneses que indico neste post, claro que não posso deixar de mencionar o Bairro da Liberdade, em especial a Av Liberdade, outro lugar muito bacana para passear em São Paulo. Se você não conhece, não deixe de se perder por lá, especialmente aos sábados quando acontece a feirinha do bairro. O bairro está repleto de restaurantes japoneses, além de lojas e muito mais.

O que fazer na av Liberdade

 Horário de funcionamento Museu da Imigração Japonesa
De terça-feira a domingo, das 13:30h - 17:00h. 
Fechado às segundas-feiras.
Tempo estimado de visita: Duas horas.

Ingressos 
Adulto: R$ 16,00 

Estudantes: R$ 8,00 

Crianças menores de 5 anos isento

Idosos a partir de 60 anos: R$ 8,00 

Agendamento de visitas monitoradas 
Para grupo de 50 pessoas, período de 60 minutos - de terça à sexta-feira.
Monitoria: R$ 150,00
Maiores informações: (11) 3209-5465 / 3208-1755 (ramal 117)
E-mail: museu@bunkyo.org.br

INFORMAÇÕES Jardim Japonês Ibirapuera 
Acesso: Portão 3 e 10 – Av. Pedro Álvares Cabral
Funcionamento: quarta, sábado, domingo e feriado
Horário: das 10h às 12h e das 13h às 17h
Preço: R$10 (inteira) e R$ 5 (meia)
Tel:(11) 5081-7296 e 3208-1755
E-mail: pavilhao@bunkyo.org.br
Tempo estimado para visita: O tempo que desejar. 

Japan House 
Entrada Gratuita,
Tempo estimado para visita: De uma a duas horas. 

Parque Ecológico Imigrantes 
Funcionamento: Somente Terças Quartas e Quintas a partir das 9 horas.
Visitas somente agendadas,
Tempo estimado para visita, pelo menos 3 horas. 
Continue lendo ►

4 de jul. de 2019

1

Milagre Sertão. Viagem solidária no Sertão da Paraíba.

Viagem Solidária, Intercâmbio solidário,
Olá amigos e leitores, 

No ultimo mês de Abril tivemos a oportunidade de participar de uma ação solidária incrível no Sertão da Paraíba, cerca de 400 km da capital João Pessoa, na região de Itaporanga.


Todos os anos a ONG Milagre Sertão (Instagram @milagresertão) fundada por um grupos de jovens paraibanos em 2013, realiza uma grande ação solidária em alguma comunidade do sertão, previamente selecionada, levando aos moradores solidariedade em forma de donativos, atendimentos especializados, oficinas, lazer e muito, muito amor!!!
Continue lendo ►