Reserve seu hotel aqui...

30 de nov de 2014

26

Dicas de Curitiba por Thaís Mendes... Na trilha do viajante...


Estive em Curitiba pela primeira vez em outubro de 2012 com meu marido, irmãos e cunhado, simplesmente porque li que era uma cidade organizada, com bom transporte público e com muitos parques (Infelizmente isso não é comum no Brasil, né?). 


Depois de algumas leituras procurei e encontrei uma super promoção de passagem aérea para a data que poderíamos. Pronto, era destino certo! E gostamos tanto que não tiramos da cabeça a ideia de voltar, contudo, queríamos conhecer o inverno. Então em julho de 2014 estivemos pela segunda vez nessa cidade incrível para comemorar nossos três anos casados!
Jardim Botânico
Da primeira vez ficamos 3 dias e da segunda vez foram 4 dias. Como sempre, pesquisei bastante em blogs como o Matraqueando e Viaje naViagem, além do Tripadvisor. Uma coisa que ajudou bastante durante as viagens foi utilizar o Google maps, já que colocávamos o destino que iriamos e ele nos indicava como ir seja de ônibus ou a pé.
Museu do Olho (Oscar Niemeyer)

Ao chegar ao aeroporto você tem a opção de pegar um táxi (cerca de 65 reais até o Centro ou bairro Batel) ou utilizar o ônibus executivo (ao custo de 12 reais). Para mais informações de horários e locais de parada clique aqui 

O Ibis Shopping Curitiba foi a nossa escolha para hospedagem e nós adoramos. Quarto muito bom, sempre bem limpo e ótima localização. Como gostamos de caminhar, muitas vezes fomos aos nossos destinos a pé, mas quando precisamos de ônibus também fomos bem atendidos.
Uma ótima opção em Curitiba é o ônibus da Linha Turismo, ônibus que circula pelos principais pontos turísticos da cidade. Ao pagar 30 reais você tem direito a cinco embarques. Isto é, Você entra e pode descer em 4 pontos turísticos. O ônibus passa a cada 30 minutos e se vc quiser fazer o trajeto completo dura cerca de 2 horas e meia. Não é preciso usar todos os tickets no mesmo dia. Super prático
Usamos a linha turismo para os pontos mais difíceis de chegar, para os outros pontos usamos o ônibus e nossos pés!

Outra coisa muito legal é o Leva e Traz . Ao entrar no site você verá os hotéis e estabelecimentos conveniados. Assim, se seu hotel fizer parte, basta pedirem na recepção para ligarem e marcar o horário que o ônibus desse sistema te pega no hotel e leva para o restaurante/bar solicitado. No ônibus o motorista combina o horário para te levar de volta ao hotel, usamos para ir ao Madalosso, um restaurante italiano famoso entre os turistas.

No caminho paramos para conhecer a Vinícola Durigan, onde degustamos queijos e vinhos! Não ficamos constrangidos a comprar pelo fato de ter feito a degustação, mas gostamos tanto do sabor quanto do preço que não teve outro jeito.

Difícil dizer quais são os principais pontos turísticos porque amamos tudo na cidade! Mas ai vai uma tentativa: o Jardim Botânico e a Ópera de Arame são imperdíveis. Em uma cidade cheia de parques há vários lindos como Barigui e Bosque do Alemão. A feira que acontece aos domingos no centro histórico também é imperdível! Além de muito artesanato legal, tem uma exposição de carros e comidas deliciosas. Se você gosta de cinema lá tem duas opções legais que, pelo menos em Brasília, não existem. O cinema IMAX no Shopping Palladium e o cinema 4d no Shopping Pátio Batel.

Além disso, é  uma experiência interessante pegar o trem rumo a Morretes...


A viagem não é rápida, mas a vista é incrível. Morretes é uma cidade linda, quente! Não deixe de comer o barreado, comida típica da região. Fui ao restaurante Casarão e gostei bastante!


Comer é algo que amei fazer em Curitiba... Ainda bem que tem muitos parques para caminhar para queimar pelo menos um pouco das calorias! Há dois restaurantes pelos quais me apaixonei e super indico:
- Madero. Já ganhou vários anos como o melhor sanduiche da cidade! Sem palavras para descrever o quanto os sanduiches são gostosos. Enfim, comida, atendimento e decoração, tudo muito bom. Não deixe de pedir um petit gateau de doce de leite com calda de frutas vermelhas. Gostei tanto que já sai de Brasília rumo a Goiânia (unidade mais próxima da minha casa) só para matar a saudade do Madero.
- Spaghetto. Para aqueles que, como eu, são fãs de comida italiana vale a pena ir a esse restaurante. Não é muito grande, se vc não chegar cedo tem uma boa fila de espera, mas eu voltaria lá mil vezes!

Qualquer dúvida podem me mandar um e-mail que terei o maior prazer em esclarecer! Curitiba não é das cidades mais faladas do Brasil em relação a turismo, mas é apaixonante!
thaismv@gmail.com

Tháis Mendes Vasconcelos é Psicologa, moradora da cidade de Brasilia, e autora do blog O Lumiar ...
Ela também deu uma outra contribuição falando sobre sua viagem a Nova York e Washington, que pode ser conferida aqui!
 Agradecemos mais uma vez a gentileza e a contribuição na série "A Trilha do Viajante"...
Obrigadaaa Tháis! É sempre um prazer ter você por aqui! Felicidades ao Casal! 
E quem quiser mandar sua viagem para nós publicarmos nesta série, é só participar acessando aqui



OBS: Aproveito este post para indicar também o site de uma galera muito legal que fala tudo sobre Curitiba!  http://www.curitiblogando.com.br/