Reserve seu hotel aqui...

9 de jan de 2012

30

A Pirâmide deixada pelos Maias




Olá amigos e leitores,
Na nossa viagem a Cancún aproveitamos para conhecer nossa primeira maravilha do mundo, já que nosso objetivo enquanto viajantes é colocar na bagagem as 7 maravilhas do mundo moderno! (Saiba mais aqui). Como alugamos um Jeep em Cancún, munidos de um mapa, lá fomos nós até Yucatan conhecer El Castilho, a pirâmide deixada pelos Maias! 


 "Chichen Itza" é o nome da cidade arqueológica maia onde está localizada a pirâmide "EL Castilho" patrimônio da UNESCO e uma das sete novas maravilhas do mundo moderno, eleita em 2007.


A cidade está localizada na península de Yucatan no México, a 200 kms de Cancún. A mesma foi erguida pela extinta civilização Maia por volta de 435DC Os Maias viveram nas regiões do México, Guatemala, Honduras entre outros...


Um Pouco sobre os Maias:

"Sua civilização era basicamente formada por camponeses, artesãos, sacerdotes, astrônomos  matemáticos, engenheiros, etc.
Sua cultura acreditava em sacrifícios humanos como forma de servir a Deus, e enquanto sociedade não conseguiram um império unificado por isso foram derrubados pelos Toltecas.
Sua economia era baseada na agricultura, principalmente milho, feijão e tubérculos, e praticavam o comércio de suas mercadorias a base de troca com povos vizinhos e no interior do império. Chichen Itza certamente fez parte desse Império onde teriam vivido apenas a sociedade de alto escalão.
Durante seu legado, eles ergueram pirâmides, templos e palácios que demonstram um grande avanço arquitetônico para a época em que viveram, além de se destacarem no artesanato, com uso de tintas, fiação de tecidos, entre outros.
A religião dos Maias era politeísta, acreditavam em Deuses ligados a natureza, e realizavam sacrifícios para agradar a esses Deuses.
Eles também elaboraram um eficiente e complexo calendário que estabelecia com exatidão os 365 dias do ano, tbem desenvolveram muito a matemática com destaque aos decimais e o valor do zero"



 Dentro desta cidade arqueológica, além da pirâmide existem vários outros monumentos como o "Templo dos Guerreiros", a "Praça das Mil colunas" o "Tribunal Grande bola" que seria o campo do jogo de Pelotas Maia, o  "Templo de Vênus", O "Cenote Sagrado" entre outros.


Portanto Chichen Itza é uma antiga cidade Maia que recebe milhares de turistas do mundo inteiro atraídos pela pirâmide "El Castilho".
A emoção que senti chegando nesta cidade foi indescritível. Quando entramos no sitio arqueológico, a medida que íamos andando, a piramide lentamente ia aparecendo no meio da copa das árvores que ladeavam o caminho até ela, foi emocionante, não contive as lágrimas por que desejava muito conhecer este lugar, e iniciar minha saga rumo as sete maravilhas do mundo!  

Portanto na minha opinião indo a Cancún, é imperdoável não dar uma esticadinha para conhecer essa maravilha, que  recebe milhares de turistas o ano inteiro que saem de todas as partes do mundo para ver de perto a pirâmide.



 Existem várias agências de viagem em Cancún que oferecem o passeio, no nosso caso fomos sozinhos pois preferimos visitar com mais calma pontos turísticos em viagens, gostamos muito de fotografar e contemplar com mais tranquilidade os  lugares que visitamos, e as agências aceleram muito os passeios.

Existem duas rodovias saindo de Cancún para Chichen Itza, a 180 e a 180D. Fomos pela 180D e retornamos pela 180. A ida foi bastante tranquila, apesar de pista unica tem pouco movimento e apenas um posto de pedágio.


Escola dos Sacerdotes
Na volta optamos pela rodovia 180, o que foi uma aventura, não recomendo, pista estreita, que na ocasião estava em obras, apesar de termos visto uma outra realidade mexicana bem diferente da que estávamos vendo em Cancún, e isso foi interessante, porém não aconselho pegar essa rodovia.

   
Localização: 200 kms de Cancún pela rodovia 180D, com um posto de pedágio  valor aproximado de 20 Pesos mexicanos, (7 reais).
Ingressos: 20USD sem guia, 50USD com guia local
Estrutura da Cidade: Existe uma excelente estrutura na entrada da Cidade Arqueológica, caixas eletrônicos, lanchonetes, sanitários, e uma infinidade de lojinhas de souvenires.
 Chichen  Itza :Não há sanitários dentro do complexo, e no verão o sol é muito quente, sendo necessário o uso de chapéu, boné ou até um guarda sol, é importante entrar na cidade com uma garrafa d'água, use calçados confortáveis e fechados.
 Barganhe: Se quiser comprar souvenires e artesanatos variados típicos dos Maias e dos Mexicanos, entre na cidade com pesos mexicanos e dólares  pois o comércio dentro da cidade é absurdo, barganhe bastante, os preços caem muito principalmente para brasileiros.
Melhor época: De Março a Junho é Primavera/Verão no México, uma excelente época. Se puder fuja dos feriados prolongados como Semana Santa e feriados mexicanos, os preços sobem bastante e o numero de turistas chega triplicar!
Dica extra: As agências não divulgam, mas as quartas-feiras acontece um Show noturno em Chichen Itza contando como viviam os Maias na cidade, infelizmente eu só soube disso lá e por isso não assisti, porém vale a pena segundo o que ouvi lá!

Curiosidade: A cidade de Chichen Itza já foi cenário de alguns filmes, um deles "O Predador" e clips musicais, entre eles da cantora Jennifer Lopes! 


 Viagem realizada em Abril de 2011