Reserve seu hotel aqui...

17 de mai de 2014

32

Cachoeira do Rosário em Pirenópolis...

o que fazer em Pirenópolis

Pirenópolis tem uma grande opção de cachoeiras a serem visitadas na cidade, a maioria delas são publicas, mas algumas cobram uma taxa de entrada e oferecem estruturas com banheiros, e em algumas tem até restaurante, porém tudo muito simples mas interessante...


Na nossa primeira vez na cidade escolhemos conhecer a Cachoeira do Rosário, 23 km de Pirenópolis sendo 10 km em estrada de terra...
existem agentes que vendem este e outros passeios da cidade nas pousadas de Piri, mas preferimos ir no nosso carro, costumamos correr destes passeios em vãs com grupos, depender de horários, e pagar a mais por isso não é a nossa praia!

A Cachoeira do Rosário é bem comercial,  turistão mesmo, cobram 80 reais  por cabeça se for por conta própria com direito ao almoço, e para quem preferir ir com grupos de agencias o valor simplesmente dobra. 
O almoço é servido por volta de duas da tarde no fogão a lenha, simples goiano e gostoso... depois existe a opção de tirar um cochilo nas redes que estão em cima do restaurante, com vista para o vale.
Tudo é muito rústico, a sede onde está o restaurante é feita de pedras como é possível observar nas colunas abaixo, e as mesas de madeira e pedra,
A dica é sair cedo para a cachoeira, aconselho até as 9 da manhã, chegar na cachoeira é relativamente simples, mas o caminho de terra é meio chatinho, não é atoa que colocaram uma placa destas no meio do caminho...
Cachoeira do Rosário em Pirenópolis
Dica importante, se o carro for sedan melhor não ir com ele, pois na estrada de terra existem dois riachos onde é perigoso atolar carros assim! 
Como era feriadão no dia que fomos a cachoeira, ela estava bem cheia, certamente fora de temporada deve ser mais interessante a visita, mas não nos arrependemos, deu para aproveitar o passeio...
Foi muito gostoso interagir com nossa filha Manoella neste cenário natural...
A descida até ela não é muito simpática, a escada de pedras é bem íngreme em alguns trechos, mas nada demais, no entanto é preciso alertar que não é o lugar para pessoas com mais idade ou alguma deficiência física....

A cachoeira é bonita e o lugar como um todo é bonito, mas não é nada de outro mundo, chegando lá as pessoas tomam seus banhos tiram suas fotos, fazem uma hora por ali e sobem novamente...
Marido e filha curtiram muito o banho geladasso que tomaram, (sim, as águas são famosas por serem geladas tbém) eu não entrei, sempre incorporo meu lado gato nestas horas rrsr, mas adorei ficar observando e fotografando o banho da filhota com o pai enquanto fazia algumas "selfies".
Pirenópolis
Foi a primeira vez que a filhota teve oportunidade de tomar um banho de cachoeira com o pai, quando ela era menor fizemos um piquenique em uma cachoeira de Minas com algumas amigas minhas mas ele não estava, foi um piquenique só de Luluzinhas, 
A volta para a sede onde fica o restaurante, pode ser feita pela mesma escada da descida ou acompanhando o curso do riacho andando sobre pedras que parecem terem sido colocadas estrategicamente ali para formarem o caminho,
Goiás, belezas de Goiás
passando por bonitas paisagens com menos esforço físico, porém andando um pouco mais, foi o que nós fizemos, voltamos contemplando estas paisagens...
 Foi um bom passeio, indicamos, mas não entrou na lista dos #melhoresdotrilha  rssrsr


Para conhecer todas as cachoeiras turísticas e acessíveis em Pirenópolis clique aqui

Como chegar: Descer a Rua Direita (nome da rua) ao lado da igreja matriz até acessar a rodovia, marcar 13 km e entrar na estrada de terra a direita, onde estará sinalizado Cachoeira do Rosário, seguir a estrada de terra por volta de 10 km até chegar na sede da cachoeira! Há placas indicando durante o trajeto de terra. 

Preço: 80,00 com almoço, se não quiser almoçar em torno de 25,00 na data em que fomos Abril/2014