Reserve seu hotel aqui...

31 de jul de 2012

91

Acampamento de férias... diversão, resignação e sossego!


Existem muitas coisas que dizem que um bom turista deve fazer antes de morrer, acampar é uma delas! 
Então lá fomos nós acampar a 1300 km de Americana, às margens do "Rio Piranhas" entre os municípios de Bom Jardim e Piranhas à 40 km de Barra do Garças no Mato Grosso!

 Depois de uma viagem bemmmm longaaaaaa, pneu furado, estradas erradas, uma noite forçada graças a falta de step, no "melhor" Hotel de "Montividiu" interiozão de Goiás, muita poeira e um calor absurdo, finalmente chegamos ao nosso destino...

A praia particular onde acampamos pertence a fazenda da minha cunhada, um lugar com uma paisagem singular!

 Sem dúvida é preciso algumas resignações p curtir um acampamento, no nosso caso, apesar da sede da fazenda não ficar muito longe, foi preciso tomar banho no rio, ir no banheiro cedido pelas matas, se lambuzar de repelentes o dia todo, esquecer que existe internet, lavar as louças no rio, no caso do meu marido tbém fazer barba etc etc etc...


O rancho feito com folhagens secas de coqueiros montado ás margens do rio, tinha eletricidade puxada da sede da fazenda, geladeira, som, cadeiras de praia, e utensílios de cozinha em geral...


No mais, família, conversas, pescarias, peixadas, frango com guariroba, churrasco, sol, calor, sol, calor, calor, sol, e as crianças se divertindo tanto ou mais que os adultos!


Ao cair da noite uma fogueira p aquecer o leve frio comum em beira de rios! E assim  lá fui eu pela primeira vez dormir em uma barraca, ouvindo o barulho das águas do rio batendo nas pedras, olhando o céu bastante estrelado, maridão do lado e apesar do estranhamento, senti um orgulho danado de mim por estar ali rsrs

 Porém quando fechamos a barraca p dormir, me desesperei, tive uma forte sensação de claustrofobia, mas logo passou, e como tudo fica muitooooo escuro, por via das duvidas dormi agarrada a lanterna! A essa altura não sei dizer se dormi ou se desmaiei kkkkk


E já que  invadimos o habitat natural de especies bem peculiares, no dia seguinte recebemos uma visita bem... digamos "tensa" e eu claro corri p fotografar antes que a coitada fosse alvejada pelas pauladas que a mandaram desta p melhor. E como por trás de todo filhote existe a mãe, minha segunda noite no acampamento foi bem insegura rsrrs

Foram 3 dias de acampamento, aproveitei p ler um livro que desmistificou alguns dos meu ídolos do Rock, uma leitura que contrastou com o cenário onde eu estava, mas devido a tranquilidade me permitiu assimilar e até vivenciar melhor minha leitura!


Apesar dos percalços que um acampamento nos impõe, valeu a experiência, estar em contato com a natureza, ouvir a voz do silêncio, ver o sorriso da minha filha se divertindo a cada segundo, experimentar novas emoções, e até passar por uma desintoxicação virtual, além de estar com os familiares, enfim valeu muito embora eu continue preferindo a vida urbana! rsrrs